Podem sequestrar criancinhas!


É isso mesmo! Podem sequestrar crianças e levar para o Brasil, que seu crime será legalizado em nome do "bem-estar" da criança! Foi isto que o ministro Marco Aurélio de Mello (sim, o primo de Collor) fez! Ou melhor, está tentando fazer! E sei lá, se não logrará êxito! Este senhor, nesta reles folha do vídeo acima, manuscreveu uma lauda e supendeu a "douta" sentença de 82 páginas do magnífico juiz Rafael de Souza Pereira Pinto. Sentença do processo onde João Paulo Lins e Silva é RÉU! Ele quer tomar na marra o filho Sean, de David Goldman, alegando paternidade sócio-afetiva!

Agora, já que não tem seus colegas da Justiça Estadual do Rio de Janeiro a julgar o caso, a tática é declarar a inconstitucionalidade da Convenção de Haia! Engraçado que ele e o pai, Paulo Lins e Silva, têm na Convenção um forte aliado para defender seus clientes. Conseguiram até uma sentença favorável a um pai canadense, cliente deles, utilizando a Convenção de Haia. A outra parte litigante deste processo, a mãe da criança, tinha feito o mesmo que Bruna, mãe de Sean, fez. Mas, os dois casos têm "dinâmicas diferentes", como disse João Paulo. E é verdade. A mãe desta criança, com certeza, não tinha tantos "amigos" no poder, nem casou-se com o advogado que lhe defendeu!

Quarta-feira próxima (10/06/2009), o STF decidirá se mantém a liminar ou não. Deposito minha esperança no Ilustríssimo Senhor Ministro Joaquim Barbosa e no seu poder de persuasão para convencer seus colegas a fazer o que é certo, não só segundo a Convenção de Haia, mas sobretudo, segundo a legislação brasileira. O Código Civil Brasileiro diz:

1 comentários:

Família Bastos disse...

Syleide,

Adorei! E vamos torcer para que a justica seja feita essa semana.

Beijos

Julia

Pesquisa personalizada